ROCHESTER, Minnesota — O câncer de pâncreas muitas vezes fica escondido e não causa sintomas até ter se espalhado. É um líder na causa de mortes por câncer no mundo. 

Dia 19 de novembro é o Dia Mundial do Câncer de Pâncreas, mas o mês inteiro de novembro é destinado à conscientização sobre essa doença. 

Avanços em rastreamento e descoberta precoce para pessoas de alto risco, inovações cirúrgicas minimamente invasivas e novas classificações genéticas estão mudando o panorama para câncer de pâncreas, diz o Dr. Michael Wallace, gastroenterologista da Mayo Clinic

Alguns dos benefícios incluem: 

  • Graças a avanços na tecnologia da ressonância magnética, atualmente os médicos podem identificar cistos pancreáticos, pequenas bolsas de fluido que podem aumentar o risco de câncer.
  • Pacientes com uma grande quantidade de tumores podem hoje aproveitar uma quimioterapia melhorada para diminuir os tumores antes da cirurgia. O objetivo é retirar o tumor e melhorar as chances de sobrevivência dos pacientes.
  • Atualmente, graças a biópsias por agulha fina, os médicos conseguem retirar material cancerígeno suficiente e olhar as sequências genéticas para ver se existe medicação melhor quando as opções atuais estiverem esgotadas. 

Além disso, para um número pequeno de casos de câncer de pâncreas, uma pista pode ajudar os médicos a acharem o tumor cedo, quando ainda é curável. A pista é um diagnóstico de diabetes inesperado. Nesses casos, o câncer de pâncreas na verdade está causando a diabetes, diz o Dr. Wallace. 

A característica-chave é que a diabetes aparece onde você menos esperava, como em alguém que está mantendo ou perdendo peso, alguém que apresenta diabetes em uma idade mais avançada ou alguém que fuma. 

O Dr. Wallace e seus colegas estão focados na identificação precoce. Aqui está uma amostra de sua pesquisa: 

  • Eles identificaram marcadores-chave de câncer precoce no “suco” secretado pelo pâncreas no intestino, onde pode-se ter uma amostra por meio de endoscopia padrão e potencial nas fezes (por exemplo, teste Cologuard). Esse teste foi desenvolvido pela mesma equipe que desenvolveu o Cologuard, atualmente um método bastante usado para rastreamento de câncer de cólon.
  • Outro estudo demonstrou que rastreamento para câncer de pâncreas precoce é uma maneira eficiente de prevenir câncer de pâncreas em pessoas de alto risco.
  • Eles estão desenvolvendo ferramentas de inteligência artificial para classificar cânceres de pâncreas precoce em lesões císticas. 

### 

Sobre a Mayo Clinic
A Mayo Clinic é uma organização sem fins lucrativos comprometida com a inovação na prática clínica, educação e pesquisa e com oferecer compaixão, conhecimento e respostas a todos que precisam de cura. Visite a Rede de Notícias da Mayo Clinic, para obter outras notícias da Mayo Clinic, e Mayo Clinic Facts para obter mais informações sobre a Mayo. 

Contato de mídia: Rhoda Madson, Relações Institucionais da Mayo Clinic, newsbureau@mayo.edu

 

MEDIA CONTACT
Register for reporter access to contact details