Newswise — ROCHESTER, Minnesota. — As posturas de yoga que flexibilizam a coluna vertebral além dos limites poderiam causar riscos de fraturas de compressão nas pessoas com ossos finos, de acordo com a pesquisa da Mayo Clinic. Os resultados foram publicados na Mayo Clinic Proceedings.

Os pesquisadores da Mayo Clinic e de outros lugares descreveram lesões por causa da yoga. Esse estudo examina as lesões nas pessoas com osteoporose e osteopenia (afeções caracterizadas pela baixa densidade óssea).

A osteoporose é uma doença na qual os ossos ficam mais finos e mais porosos devido à perda de conteúdo mineral. A perda óssea que não tenha atingido a etapa para um diagnóstico da osteoporose é chamada de osteopenia.

Os pesquisadores analisaram os registros de saúde de 89 pessoas, a maioria mulheres, que foram encaminhados para a Mayo Clinic entre 2006 e 2018 pela dor que lhe adjudicavam à prática de yoga. Alguns eram iniciantes na prática e outros praticavam yoga por anos. Eles tinham dores nas costas, pescoço, ombro, quadril, joelho ou uma combinação deles.

Os pacientes identificaram 12 posturas que disseram gerar ou piorar seus sintomas. As posturas mais comuns involucravam flexibilidade ou extensão extrema da coluna. Os pesquisadores usaram os registros de saúde dos pacientes, exames médicos e imagens para confirmar e categorizar as lesões como lesões no tecido mole, articulação ou ossos.

Os pesquisadores identificaram 29 lesões ósseas, entre elas degeneração dos discos, escorregamento da coluna vertebral e fraturas de compressão da coluna. As últimas parecem estar relacionadam com posturas que colocam excessiva pressão na coluna vertebral e nos discos.

“O yoga tem muitos benefícios. Melhora o equilíbrio, a flexibilidade, a força e é uma boa atividade social”, diz Mehrsheed Sinaki, M.D., especialista em medicina e reabilitação física da Mayo Clinic e autora sênior do estudo. “Porém, se você tiver osteoporose ou osteopenia, deveria modificar as posturas para melhorar sua condição. À medida que as pessoas envelhecem, elas podem ser beneficiadas ao receber uma análise dos regimes de exercícios antigos para prevenir consequências não desejadas”.

Os pacientes que incorporaram recomendações para modificar seus movimentos reduziram a dor e melhoraram seus sintomas.

Em um comentário separado, Edward Laskowski, M.D., codiretor da Mayo Clinic Sports Medicine, pediu aos prestadores, pacientes e professores de yoga para trabalharem em conjunto para fazer uma receita de exercícios individuais que levasse em conta o histórico clínico dos alunos de yoga para se proteger contra lesões e oferecer benefícios ótimos.

Os autores observaram limitações no estudo. Os pacientes foram atendidos em uma clínica de reumatologia em um centro de atendimento terciário, o que faz com que as generalizações sejam difíceis. Os pesquisadores receberam relatórios de acompanhamento de 22 pacientes, já que a maioria morava fora do estado.

Os pesquisadores que participaram do estudo foram Melody Lee, M.D., Mayo Clinic, quem foi primeiro autor, e Elizabeth Huntoon, M.D., Virginia Commonwealth University.

Os autores não reportaram nenhum conflito de interesses.

###

Sobre a Mayo Clinic Proceedings
A Mayo Clinic Proceedings é uma publicação médica mensal, revisada por pares, que traz resenhas e artigos originais que abordam a medicina clínica e laboratorial, a pesquisa clínica, a pesquisa científica básica e a epidemiologia clínica. A Mayo Clinic Proceedings é patrocinada pela Mayo Foundation for Medical Education and Research como parte de seu compromisso com a difusão de informações para médicos. Ela publica materiais enviados por autores do mundo inteiro. O periódico é publicado há mais de 80 anos e tem uma circulação de 130.000 exemplares. Veja artigos no site da Mayo Clinic Proceedings.

Sobre a Mayo Clinic
A Mayo Clinic é uma organização sem fins lucrativos comprometida com a prática clínica, a formação e a pesquisa, que presta cuidados especializados e abrangentes a todos que buscam a cura. Saiba mais sobre a Mayo Clinic. Visite a página Mayo Clinic News Network.

Contato de imprensa:
Sharon Theimer, Relações públicas da Mayo Clinic, 507-284-5005, e-mail:
newsbureau@mayo.edu

SEE ORIGINAL STUDY